Piada Legal
Piada Nova

as melhores piadas


piada




Todo mundo sabe que os sujeitos mais comuns nas piadas contadas por todo o Brasil ou são portugueses ou são gaúchos. Mas poucos sabem o porquê! As origens estão na nossa história e na psicologia humana. Vamos começar pelos portugueses!

Eles são estereotipados como completos idiotas. Os portugueses colonizaram o Brasil por mais de 300 anos. Eles chegaram no Brasil, levaram todas as nossas riquezas, ignoraram os nossos interesses, e, ainda por cima comiam as nossas índias nativas e as negras trazidas para cá. Que imagem nós poderíamos criar deles? O que poderíamos falar deles hoje em dia? Será que poderíamos dizer: - Oh! Eles descobriram o Brasil. Eles são nossos heróis! Claro, que não! Depois de tudo que eles fizeram, só podem ser 'heróis' nas nossas piadas. Nos resta chamá-los de tontos e estúpidos. Mas de idiotas eles não tem nada. Por um grande período da história, o Império Português foi tão forte quanto fora o Império Romano e o quanto é atualmente o Império Americano...

E os gaúchos...?

Assim como os portugueses, os gaúchos colonizaram o Brasil. O povo gaúcho tem tradição e história. Os gaúchos são guerreiros, formaram a sua própria República! Encabeçaram uma revolução que acabou com a Republica Velha do Café com Leite e introduziu o Estado Novo. A maior parte dos presidentes e ditadores brasileiros foram gaúchos. O povo gaúcho é o mais politizado e o seu Estado o de melhor qualidade de vida. Em todos estados brasileiros existem gaúchos bem sucedidos. Além de colonizar e desenvolver todos os estados por onde passam, os gaúchos traçam as mulheres que ali habitam. Os gaúchos põem chifre nos 'machos' locais e deixam as suas mulheres apaixonadas. As cariocas, catarinenses, paranaenses, paulistas, mineiras, cearenses, adoram um gaúcho... e, o que resta para eles (os cariocas, catarinenses, paranaenses, paulistas e mineiros...)?

Além de manter lustrado o par de chifres, resta a eles inventarem piadas de gaúcho, onde os gaúchos são estereotipados como veados, para seu deleite e prazer. Portanto gauchada, tenham um pouco de piedade, esta é a única alegria dos não gaúchos. Enquanto eles se divertem em alguma roda inventando e contando piadas de gaúcho, as suas mães, irmãs ou namoradas se divertem com um gaúcho.

Gaúchos de todo o Brasil, convençam-se de uma coisa, eles não sabem como fazer uma mulher feliz, mas tem bastante criatividade para fazer piada. Divirtam-se então com as piadas e satisfaçam as mulheres dos não gaúchos invejosos.


Todo mundo sabe que os sujeitos mais comuns nas piadas contadas por todo o Brasil ou são portugueses ou são gaúchos. Mas poucos sabem o porquê! As origens estão na nossa história e na psicologia humana. Vamos começar pelos portugueses!

Eles são estereotipados como completos idiotas. Os portugueses colonizaram o Brasil por mais de 300 anos. Eles chegaram no Brasil, levaram todas as nossas riquezas, ignoraram os nossos interesses, e, ainda por cima comiam as nossas índias nativas e as negras trazidas para cá. Que imagem nós poderíamos criar deles? O que poderíamos falar deles hoje em dia? Será que poderíamos dizer: - Oh! Eles descobriram o Brasil. Eles são nossos heróis! Claro, que não! Depois de tudo que eles fizeram, só podem ser 'heróis' nas nossas piadas. Nos resta chamá-los de tontos e estúpidos. Mas de idiotas eles não tem nada. Por um grande período da história, o Império Português foi tão forte quanto fora o Império Romano e o quanto é atualmente o Império Americano...

E os gaúchos...?

Assim como os portugueses, os gaúchos colonizaram o Brasil. O povo gaúcho tem tradição e história. Os gaúchos são guerreiros, formaram a sua própria República! Encabeçaram uma revolução que acabou com a Republica Velha do Café com Leite e introduziu o Estado Novo. A maior parte dos presidentes e ditadores brasileiros foram gaúchos. O povo gaúcho é o mais politizado e o seu Estado o de melhor qualidade de vida. Em todos estados brasileiros existem gaúchos bem sucedidos. Além de colonizar e desenvolver todos os estados por onde passam, os gaúchos traçam as mulheres que ali habitam. Os gaúchos põem chifre nos 'machos' locais e deixam as suas mulheres apaixonadas. As cariocas, catarinenses, paranaenses, paulistas, mineiras, cearenses, adoram um gaúcho... e, o que resta para eles (os cariocas, catarinenses, paranaenses, paulistas e mineiros...)?

Além de manter lustrado o par de chifres, resta a eles inventarem piadas de gaúcho, onde os gaúchos são estereotipados como veados, para seu deleite e prazer. Portanto gauchada, tenham um pouco de piedade, esta é a única alegria dos não gaúchos. Enquanto eles se divertem em alguma roda inventando e contando piadas de gaúcho, as suas mães, irmãs ou namoradas se divertem com um gaúcho.

Gaúchos de todo o Brasil, convençam-se de uma coisa, eles não sabem como fazer uma mulher feliz, mas tem bastante criatividade para fazer piada. Divirtam-se então com as piadas e satisfaçam as mulheres dos não gaúchos invejosos.


Manoel e Maria na Copa
Em turismo pela Alemanha, Manuel e a Maria resolvem assistir a um dos jogos da Copa do Mundo.

Por culpa da Maria, que demorou uma eternidade para se arrumar, chegam com quase meia hora de atraso ao estádio.

Assim que se senta, Maria pergunta ao seu vizinho de arquibanca da quanto está o jogo.

- Zero a zero! - responde o sujeito.

- Tá vendo - diz ela, virando-se para o Manuel. - Eu não te disse que íamos chegar a tempo?!


Atacante português é Boa Morte
Um atacante com o nome de Luís Boa Morte dá margem a múltiplas piadas. Pois é: o jogador tanto pode ser fatal contra as defesas adversárias como matar do coração o torcedor luso.


Entrevista do Parreira
Cogitado para substituir o Zico como treinador do Japão depois dessa Copa, o técnico brasileiro da uma entrevista.

Repórter: O senhor fala japonês?

Parreira: Falo, sim.

Repórter: Fale aí alguma coisa pra gente.

Parreira: Taku-kuna-kara-shêra-gato-nomuro.

Repórter: O que isso significa?

Parreira: Você entende japonês?

Repórter: Não.

Parreira: Então pra que você quer eu fale japonês, pô?


Filosofia do ParreiraComo é que se ganha uma partida? Se ninguém me pergunta, eu sei. Mas se eu tentar explicar a alguém, aí eu vejo que não sei nada.


Copa do Mundo no Céu
Satanás e São Pedro acertam os últimos detalhes para a grande final do Campeonato Celestial de Futebol. Como todos sabem, São Pedro é puro e honesto. Não sabe esconder o jogo, como se diz por aí. Ao final da reunião, ele diz a Satanás:
- Olha, não posso enganar vocês. Vocês não têm a menor chance. Todos os melhores jogadores de futebol são ingênuos, puros e honestos. Estão todos eles em nosso time.
- É, é? - diz Satanás. - E onde é que você pensa que estão os juízes?


Manoel e Maria na Copa
Em turismo pela Alemanha, Manuel e a Maria resolvem assistir a um dos jogos da Copa do Mundo.

Por culpa da Maria, que demorou uma eternidade para se arrumar, chegam com quase meia hora de atraso ao estádio.

Assim que se senta, Maria pergunta ao seu vizinho de arquibanca da quanto está o jogo.

- Zero a zero! - responde o sujeito.

- Tá vendo - diz ela, virando-se para o Manuel. - Eu não te disse que íamos chegar a tempo?!




Atacante português é Boa Morte


Um atacante com o nome de Luís Boa Morte dá margem a múltiplas piadas. Pois é: o jogador tanto pode ser fatal contra as defesas adversárias como matar do coração o torcedor luso.



Entrevista do Parreira


Cogitado para substituir o Zico como treinador do Japão depois dessa Copa, o técnico brasileiro da uma entrevista.

Repórter: O senhor fala japonês?

Parreira: Falo, sim.

Repórter: Fale aí alguma coisa pra gente.

Parreira: Taku-kuna-kara-shêra-gato-nomuro.

Repórter: O que isso significa?

Parreira: Você entende japonês?

Repórter: Não.

Parreira: Então pra que você quer eu fale japonês, pô?



Filosofia do Parreira


Como é que se ganha uma partida? Se ninguém me pergunta, eu sei. Mas se eu tentar explicar a alguém, aí eu vejo que não sei nada.



Copa do Mundo no Céu


Satanás e São Pedro acertam os últimos detalhes para a grande final do Campeonato Celestial de Futebol. Como todos sabem, São Pedro é puro e honesto. Não sabe esconder o jogo, como se diz por aí. Ao final da reunião, ele diz a Satanás:
- Olha, não posso enganar vocês. Vocês não têm a menor chance. Todos os melhores jogadores de futebol são ingênuos, puros e honestos. Estão todos eles em nosso time.
- É, é? - diz Satanás. - E onde é que você pensa que estão os juízes?


Pela rua iam conversando três bichas pobres, ou melhor, como falava o Costinha, três bichinhas paupérrimas. Falavam sobre seus desejos, sobre o que cada uma gostaria de ser, se pudessem escolher:

-Meninas, eu queira de ser... Uma bola de futebol! Disse a primeira.

-Bola de futebol?!! Exclamaram, sem entender, as outras duas.

-É isso messsmo! Já imaginaram, eu num campo de futebol, com vinte e dois homens me chutando, me disputando e dois goleirões gostosos me agarrando? Tudo isso em dois tempos de quarenta e cinco 90 minutos?! AAAAAAAAHHH! Eu ia adoorarrr!

-É verdade, menina! concordaram as outras duas.

Aí foi a quando a segunda bichinha disse o que queria ser:

-Eu queria de ser o caammmpo de futebol.

-Campo de futebol? disseram as madames. Tá maluca, bicha?

-Imagina só aqueles mesmo 22 jogadores, me pisando o tempo todo, caindo por cima de mim, com aquelas camisas suadas! Uuuuuiii!!! Eu fico arrepiada só de pensar!

Chegou a vez da terceira bicha e ela não podia ficar por baixo na conversa, ou na bichisse:

-Vocês duas não sabem de nada! Eu queria é ser uma ambulância!!!

-Esta é que nós não entendemos! Pra que ser um a ambulância? - Retrucam as duas franguinhas.

-Bem se vê que vocêsss duasss não sabem de naaaadaa! Imaginem só, eu estou na minha, vem dois enfermeiros fortões, me abrem por trás e aí enfiam um homem I.N.T.E.I.R.I.N.H.O. por trás, e eu saio pela cidade piscando aquelas luzes vermelhas e gritando que nem uma doida: Uuau-Uuau-Uuau-Uuau-Uuau-Uuau!!!


O cara chega ao restaurante, senta-se e, acenando com o braço, diz:

-Faz favor, firmeza, fineza fazer frango frito!

-Pois não, com quê, cavalheiro?

-Farofa, feijão e fritas.

-Deseja beber alguma coisa?

-Fanta.

-Um pãozinho para esperar a refeição?

-Faça fatiado.

O garçom serve o cliente inconformado com o fato dele falar tudo com F, e volta depois que o sujeito termina a refeição.

-Vai querer sobremesa?

-Frutas frescas.

-Tem alguma preferência?

-Figo.

Depois da sobremesa, ainda curioso, o garçom pergunta:

-O senhor deseja um café?

-Forte e fervido.

Quando o sujeito termina o café, o garçom lhe faz algumas perguntas:

-E então, como estava o cafezinho?

-Frio, fraco, fedorento, fervido num filtro furado, formiguinhas flutuando no fundo e fazendo fofoca.

Aí o garçom decide desafiá-lo a fim de testar até onde ele vai.

-Qual é sua graça?

-Felipe Florêncio Farias Filho.

-De onde o senhor vem?

-Fortaleza.

-O senhor trabalha?

-Fui ferreiro.

-Deixou o serviço?

-Fui forçado.

-Por que?

-Faltou ferro.

-E o que o senhor fazia?

-Ferrolho, ferradura, faca... ferragem.

-O senhor torce por algum time?

-Fui Flamengo.

-E deixou de ser por que?

-Fez feio.

-Qual é o seu time agora?

-Fortaleza.

-O senhor é casado?

-Fui.

-E sua esposa?

-Faleceu.

-De que?

-Frio e fome.

O garçom perde a calma e diz:

-Escute aqui, se você falar mais dez palavras com a letra F, pode se levantar e ir embora sem pagar a conta.

-Foi formidável, figura. Fazendo fiado, fácil, fácil fico freguês!

O homem levanta-se e sai andando, mas o garçom grita:

-Ei, espere aí! Ainda falta uma palavra!

O homem responde, sem se virar:

-F#da-se!


Foi Fácil Falar, né!?







O texto abaixo é do genial Max Gehringer, que escreve sobre recursos humanos e carreira em vária revistas. Recebi por e-mail e não sei a origem precisa. Além da grande lição de moral, é também uma ótima piada.


A Executiva no Céu

Foi tudo muito rápido.

A executiva bem-sucedida sentiu uma pontada no peito, vacilou, cambaleou.
Deu um gemido e apagou.
Quando voltou a abrir os olhos, viu-se diante de um imenso portal.

Ainda meio zonza, atravessou-o e viu uma miríade de pessoas.
Todas vestindo cândidos camisolões e caminhando despreocupadas.

Sem entender bem o que estava acontecendo, a executiva bem-sucedida abordou um dos passantes:

-Enfermeiro, eu preciso voltar urgente para o meu escritório, porque tenho um meeting importantíssimo. Aliás, acho que fui trazida para cá por engano, porque meu convênio médico é classe A, e isto aqui está me parecendo mais um pronto-socorro. Onde é que nós estamos?

-No céu.

-No céu?...

-É. Tipo assim, o céu. Aquele com querubins voando e coisas do gênero.

-Certamente. Aqui todos vivemos em estado de gozo permanente.

Apesar das óbvias evidências (nenhuma poluição, todo mundo sorrindo, ninguém usando telefone celular), a executiva bem-sucedida custou um pouco a admitir que havia mesmo apitado na curva.

Tentou então o plano B: convencer o interlocutor, por meio das infalíveis técnicas avançadas de negociação, de que aquela situação era inaceitável. Porque, ponderou, dali a uma semana ela iria receber o bônus anual, além de estar fortemente cotada para assumir a posição de presidente do conselho de administração da empresa.

E foi aí que o interlocutor sugeriu:

-Talvez seja melhor você conversar com Pedro, o síndico.

-É? E como é que eu marco uma audiência? Ele tem secretária?

-Não, não. Basta estalar os dedos e ele aparece.

-Assim? (...)

-Pois não?

A executiva bem-sucedida quase desaba da nuvem.
À sua frente, imponente, segurando uma chave que mais parecia um martelo, estava o próprio Pedro.
Mas, a executiva havia feito um curso intensivo de approach para situações inesperadas e reagiu rapidinho:

-Bom dia. Muito prazer. Belas sandálias. Eu sou uma executiva bem-sucedida e...

-Executiva... Que palavra estranha. De que século você veio?

-Do 21. O distinto vai me dizer que não conhece o termo "executiva"?

-Já ouví falar. Mas não é do meu tempo.

Foi então que a executiva bem-sucedida teve um insight.
A máxima autoridade ali no paraíso aparentava ser um zero à esquerda em modernas técnicas de gestão empresarial. Logo, com seu brilhante currículo tecnocrático, a executiva poderia rapidamente assumir uma posição hierárquica, por assim dizer, celestial ali na organização.

-Sabe, meu caro Pedro. Se você me permite, eu gostaria de lhe fazer uma proposta. Basta olhar para esse povo todo aí, só batendo papo e andando à toa, para perceber que aqui no Paraíso há enormes oportunidades para dar um upgrade na produtividade sistêmica.

-É mesmo?

-Pode acreditar, porque tenho PHD em reengenharia. Por exemplo, não vejo ninguém usando crachá. Como é que a gente sabe quem é quem aqui, e quem faz o quê?

-Ah, não sabemos.

-Headcount, então, não deve constar em nenhum versículo, correto?

-Hã?

-Entendeu o meu ponto? Sem controle, há dispersão. E dispersão gera desmotivação. Com o tempo isto aquí vai acabar virando uma anarquia.
Mas nós dois podemos consertar tudo isso rapidinho implementando um simples programa de targets individuais e avaliação de performance.

-Que interessante. ..

-Depois, mais no médio prazo, assim que os fundamentos estiverem sólidos e o pessoal começar a reclamar da pressão e a ficar estressado, a gente acalma a galera bolando um sistema de stock option, com uma campanha motivacional impactante, tipo: "O melhor céu da América Latina".

-Fantástico!

-É claro que, antes de tudo, precisaríamos de uma hierarquização de um organograma funcional, nada que dinâmicas de grupo e avaliações de perfis psicológicos não consigam resolver.

-Aí, contrataríamos uma consultoria especializada para nos ajudar a definir as estratégias operacionais e estabeleceríamos algumas metas factíveis de leverage, maximizando, dessa forma, o retorno do investimento do Grande Acionista... Ele existe,certo?

-Sobre todas as coisas.

-Ótimo. O passo seguinte seria partir para um downsizing progressivo, encontrar sinergias high-tech, redigir manuais de procedimento, definir o marketing mix e investir no desenvolvimento de produtos alternativos de alto valor agregado. O mercado telestérico por exemplo, me parece extremamente atrativo.

-Incrível!

-É óbvio que, para conseguir tudo isso, nós dois teremos que nomear um board de altíssimo nível. Com um pacote de remuneração atraente, é claro. Coisa assim de salário de seis dígitos e todos os fringe benefits e mordomias de praxe. Porque, agora falando de colega para colega, tenho certeza de que você vai concordar comigo, Pedro. O desafio que temos pela frente vai resultar em um turnaround radical.

-Impressionante!

-Isso significa que podemos partir para a implementação?

-Não. Significa que você terá um futuro brilhante ... se for trabalhar com o nosso concorrente. Porque você acaba de descrever, exatamente, como funciona o Inferno...

















Parece piada mas não é. Esta história verídica, provavelmente é uma das melhores de que se tem notícia sobre advogados espertinhos.

Um advogado americano comprou uma caixa de charutos muito raros e caros. Para se garantir, fez seguro, inclusive contra roubo e incêndio. Cerca de um mês depois ele já havia fumado todo o estoque da preciosidade. Demonstrando uma esperteza típica da classe, ele entrou com um pedido de pagamento do seguro. Em sua reivindicação, o advogado afirmou que os charutos foram perdidos “em uma série de pequenos incêndios”. Obviamente, a companhia de seguro recusou-se a pagar, mencionando uma razão óbvia: o homem (o advogado) tinha consumido os charutos da forma normal, isto é, fumou-os.

Tendo em vista a negativa de pagamento, o advogado processou a companhia de seguros e...ganhou!!? Ao proferir sua decisão, o Juiz concordou com a companhia de seguro, admitindo que a reivindicação era estúpida. Não obstante, o juiz admitiu que o contrato de seguro firmado entre as partes não especificava que tipo de incêndio era aceitável e, assim, condenou a seguradora a pagar a reivindicação. Para evitar que o processo se alongasse através de apelações e recursos que o encareceriam ainda mais, a companhia concordou e pagou 15.000 dólares ao advogado pela perada de seus charutos raros nos “incêndios”.

Agora vem a melhor parte:
Depois que o advogado recebeu o seguro e ficou feliz da vida, veio o troco. A companhia de seguro denunciou-o como incendiário, afirmando que ele causou 24 pequenos incêndios, exatamente o número de charutos. Sua reivindicação e testemunho no caso anterior serviram de provas contra ele. O resultado: foi condenado por queimar intencionalmente sua propriedade para receber o seguro, e sentenciado à 24 meses na cadeia e uma multa de 24.000 dólares.


Seo Joaquim, um velhinho português, vai até a farmácia do bairro e pergunta ao sujeito do balcão:
-Faz-me um favor, o senhor me vende um pouquito de farinha de trigo?
O atendente, sem entender nada, respondeu:
-Como assim, farinha de trigo? Aqui é uma farmácia e não vendemos farinha.
O velhinho agradece e vai embora. No dia seguinte ele está de volta e:
-Bom dia, meu senhor. Tens farinha hoje?
O balconista, achando muito esquisito, respondeu:
-Não. Nem hoje nem amanhã! E não falou mais nada.
O portuga vai embora, meio de cabeça baixa e resmungando, mas acabou retornando no dia seguinte, e no outro e no que vem depois. Sempre perguntando ao balconista sobre a farinha de trigo. Uma semana depois o balconista não agüenta mais, quando o “Seo” Joaquim entra na farmácia e:
-Olá. Bom dia! Chegou a farinha?
Enfurecido, o balconista responde aos berros:
-Eu não agüento mais você aqui todo dia com a mesma história. Sempre pedindo farinha. Ainda não deu pra entender que aqui é uma farmácia e que nas farmácias ninguém compra farinha?
Após ouvir os berros do sujeito, o português ainda insiste:
-OraPois! Ninguém compra, porque tu não tens para vender. Se tivesses, comprariam.
O balconista fica descontrolado e continua aos berros:
-Se você aparecer aqui mais uma vez me perguntando por farinha, eu juro que vou pregar seus pés na calçada.
Depois dessa o velhinho cai fora rapidinho. Mas, como seria de se esperar em piadas que nem as do Portuguelândia, por incrível que pareça, o velho Joaquim voltou:
-Bom dia! Faz-me um favor?
O balconista ao ver o português já arregaça as mangas e começa a espumar de ódio. O português então pergunta ao ele:
-O senhor tem pregos?
O balconista, aliviado, responde:
-Não, claro que não...
-Ah, então o senhor me veja um pouquinho de farinha!...




Um homem e o papagaio


Um homem entra num bar com um papagaio no ombro e muitas mulheres sensuais à sua volta.

- Olá, sirva um Martini para a ruiva, uma tequila para a morena, uma cerveja para a loira e 10 cheesburgueres para o papagaio.

O garçom acha aquilo muito estranho, mas atende o pedido e vê o papagaio comendo freneticamente.

No dia seguinte o homem regressa ao bar com outras mulheres, o mesmo papagaio no ombro e repete o pedido. Novamente o garçom assiste à cena, abismado. No terceiro dia, o garçom não resiste e pergunta:

- Desculpe, amigo... Mas você pode matar-me a curiosidade?

- Já sei... - adivinha o sujeito - Você quer saber porque é que o meu papagaio come tanto?

O empregado acena com a cabeça.

- Bom, um dia destes eu estava pela rua e encontrei uma lâmpada mágica. Esfreguei e saiu um gênio que me disse para fazer três pedidos. Primeiro eu pedi pra ser muito rico e hoje eu sou uma das pessoas mais ricas do país. Depois eu pedi para viver cercado de mulheres maravilhosas e o gênio mandou-me essas gatas que você está vendo. E, por último, eu pedi para ter um passarinho insaciável. Então, o sacana deu-me este louro filho da p*ta!!


Tudo acertado


Numa audiência de julgamento de um caso de corrupção, o promotor interroga uma testemunha:

- É verdade que você aceitou dez mil reais para encobrir este caso?

A testemunha fica olhando fixamente para o horizonte, distraída, como se não tivesse ouvido a pergunta.
O promotor repete:

- É verdade que você aceitou dez mil reais para encobrir este caso??

Como a testemunha continuava sem responder, o juiz interveio:

- Cavalheiro, por favor, responda à questão.

A testemunha, surpresa:

- Oh! Desculpe, eu pensei que ele estava falando com o senhor...



Remédio certo


O farmacêutico entra na sua farmácia e repara num homem petrificado, com os olhos esbugalhados, mão na boca, encostado em uma das paredes. Ele pergunta para o auxiliar:

- Que significa isto? Quem é esse cara encostado naquela parede?

- Ah! É um cliente que queria comprar remédio para tosse. Ele achou caro, então eu vendi um laxante.

- Você ficou maluco? Desde quando laxante é bom para tosse?

- É excelente. Olha só o medo que ele tem de tossir!!


Malandro


O promotor pergunta ao réu:

- O senhor matou a vítima?

- Não, eu não sou o assassino.

- O senhor sabe da pena por perjúrio?

- Sei, sim. É muito menor do que a de assassinato!


Queria ser Polícia


O jovem queria entrar para a polícia. Inscreveu-se e foi chamado para um teste.

- Neste teste é necessário ter raciocínio rápido - disse o examinador.

- O que foi que o senhor disse?

- Disse que está dispensado...


Lula e o Crecimento


Lula passeava calmamente pelas avenidas de Brasília, com o ministro Palocci e, vendo as placas, sonhava...

- Olha ali Palocci, PETROBRÁS, vou fazer desta empresa a maior empresa de petróleo do mundo...

- Ali Palocci, ELETROBRÁS, aquela ainda vai ser a maior empresa de eletricidade deste planeta...

- Ali outra, EMOBRÁS, ainda vou fazer daquela, a maior empresa de ...... Companheiro Palocci, de que mesmo é esta empresa?

- De nada presidente, ali é uma placa dizendo EM OBRAS... Só isso!!!!


Português no Taxi


Dois amigos, Manuel e Joaquim, compram um táxi em sociedade. Depois de rodarem dia e noite pela cidade, durante um ano, sem pegar um único passageiro, decidiram desfazer o negócio, inconformados com o prejuízo. Fazem as contas e ratearam as perdas. Mas foi só o Joaquim descer do táxi que já no primeiro quarteirão o motorista Manuel conseguiu o seu primeiro passageiro...


Lula Negociando


Lula está em um restaurante acompanhado de três moças distintas. Olha para a ruiva e diz:

- Sou Presidente de todos os brasileiros, o preferido de 70% dos eleitores e aclamado para resolver os seus problemas. Quanto você quer para passar uma noite comigo?

- Para o Sr. faço um preço especial, somente R$ 3.500,00.

Lula olhou para a moça loura e fez a mesma pergunta.

- Para o Sr.eu faço um preço especialíssimo, somente R$1.200,00, em duas vezes sem juros.

Ao se dirigir à morena, ela respondeu:

- Se o senhor conseguir fazer a sua bimba crescer como fez com os juros e mantê-la dura como dura está a vida dos brasileiros; levantar minha saia como está fazendo com os impostos; baixar minha calcinha como está fazendo com os salários; mudar de posição como mudou na vida política e me f*der com tanto jeitinho como está f*dendo o povo, é de graça!!!


Desculpa Perfeita


No primeiro encontro, o homem pergunta à mulher se ela aceita um drinque.

- Ah, não, o que eu diria à minha turma de catecismo? - recusa ela.

Mais tarde, ele oferece um cigarro.

- Não, o que eu diria à minha turma de catecismo? - repete ela.

A caminho de casa, ele vê um motel. Considerando que não tem nada a perder, pergunta se ela gostaria de entrar e ela aceita.

- O que você vai dizer à sua turma de catecismo? - surpreende-se ele.

- O mesmo que sempre digo: "Vocês não precisam beber nem fumar para se divertir"!



Bicha bonita?


A bicha estava toda concentrada passando cremes e mais cremes no rosto, quando a outra bichinha, sua amiga, pergunta:

- Pra quê tudo isso?

- Como, “pra quê”? Pra ficar mais bonita!

Pouco depois, começa a limpar todo o creme do rosto. A amiga comenta:

- Ah, eu sabia que você ia desistir!



Não dá para enganar


Em Cuba, numa sala de aula, a professora mostra o retrato do George Bush e pergunta:

- Quem sabe responder de quem é esse retrato?

Silêncio absoluto. A professora fica impaciente:

- Está bem , eu vou ajudar vocês um pouquinho. É por culpa deste senhor que nós estamos passando fome!

Nisso, um aluno responde:

- Ah, bom, professora! É que sem a barba e o uniforme não dava pra reconhecer..



Acordo com o Padre


Faltando dois dias pro casamento, o noivo muito católico vai procurar o padre:

- Padre, eu vim aqui propor um negócio. Eu te dou mil reais, mas em troca eu quero que o senhor corte algumas coisinhas daquele discurso de casamento: "amar, honrar, ser fiel, etc". É só não falar essa parte e pronto!

O padre aceita o dinheiro, não fala nada e o noivo fica todo satisfeito. Chega o dia do casamento. O padre olha bem para o noivo e diz:

- Promete viver apenas para ela, obedecer a cada uma de suas ordens, levar café na cama todos os dias e jurar perante Deus que nunca terá olhos para nenhuma outra mulher?

O noivo, completamente sem graça e sem saída, acaba concordando. Mais tarde, durante a festa, chama o padre num canto:

- Pôxa, eu pensei que a gente tinha feito um acordo!

O padre lhe devolve os mil reais:

- Sinto muito, meu filho. Mas ela triplicou sua oferta!


Sangue Bom


Era uma moça muito inocente, ingênua, caridosa e trabalhadora. Certa vez, comovida com os apelos das autoridades médicas para doar sangue às vítimas de uma destas catástrofes que se abatem sobre São Paulo, compareceu a um dos postos de coleta de sangue.

- Você já doou sangue alguma vez? - perguntou o médico.

- Não, é a primeira vez.

- Então precisamos calcular o quanto poderá ser retirado. Quanto você costuma perder durante a menstruação?

- Por volta de R$5.000,00...



Crianças: o jeito certo de lidar


No supermercado uma mulher faz compras com a filha pequena. Ao passar pela gôndola dos doces a garotinha quer levar alguns doces, a mãe não deixa e a menina abre um berreiro.

- Calma, Magali! Só faltam mais alguns minutos. Fica quietinha!

Pouco depois a menina quer um caderno com o Pato Donald, a mãe diz que não e lá vem berreiro.

- Comporte-se Magali! Só falta passar no caixa e logo iremos para casa!

Na boca do caixa a menina quer comprar chicletes. Novo berreiro!

- Fica quietinha, Magali! Já estamos terminando!

Quando esta pagando a conta, um rapaz atrás dela comenta:

- Parabéns! Eu estava próximo da senhora e pude perceber o quanto a senhora foi paciente com a pequena Magali...

- Não, não, Magali sou eu! A minha filha chama-se Carla!



Jeitinho com o guarda


Sábado ensolarado, o sujeito põe a família no carro e vai rumo ao litoral. Na estrada, acaba se empolgando e ultrapassa a velocidade máxima permitida e é parado no posto policial.

- O senhor está multado, estava acima dos 120 km/h permitidos nesta estrada.

O sujeito tenta dar um jeitinho:

- Pô, seu guarda! Não faz isso comigo! O senhor vai estragar o meu fim de semana...

O guarda, de pronto, abre um sorriso:

- Ora, não seja por isso! Eu vou fazer a multa com data de segunda-feira!



A LBV e os perdidos


Pedro e Maria estão num vôo para a Austrália para umas férias de duas semanas, comemorando seu 40º aniversário de casamento. De repente o comandante anuncia pelos alto-falantes:

- Senhoras e senhores, tenho notícias muito ruins. Nossos motores estão parando de funcionar e vamos tentar um pouso de emergência. Por sorte, estou vendo uma ilha não catalogada nos mapas logo abaixo de nós e vamos tentar aterrisar na praia.

Ele aterrisou com êxito, mas avisou aos passageiros:

- Isto aqui é o fim do mundo e é muito provável que a gente não seja resgatado e tenhamos que viver nessa ilha pelo resto de nossas vidas!

Nessa hora, Pedro pergunta para a mulher:

- Maria, você pagou a LBV este mês?

- Ai, me perdoa, Pedro. Eu me esqueci completamente!

Pedro, eufórico, agarra a mulher e tasca o maior beijo de todos os 40 anos de casamento. A Maria não entende e pergunta:

- Pedro! Por que você me beijou desse jeito?

E ele responde:

- Eles vão nos achar!!!




Joãozinho


- O que está fazendo ajoelhado aí, Joãozinho?
- Rezando para que o rio Amazonas passe para a Bahia, mãe.
- Mas porquê, filho?
- Porque foi isso que eu escrevi na prova!

home   -   contato   -   melhores piadas   -   melhores vídeos   -   mapa do site
© 2011-2017 Piada Nova - v2.0